Tuesday, October 18, 2011

Estarão os blogueiros com seus dias contados?


Pois é, quase dois meses se passaram depois do meu último post em 31 de agosto. Falta de tempo não é desculpa desta vez; falta de inspiração e preguiça, talvez.

A escassez de posts não é "privilégio" só do meu blog. Há muito tempo tenho notado que as pessoas estão aos poucos deixando os blogs de lado, e que o tempo vivido no Canadá é inversamente proporcional ao número de posts.

Notei também que a maioria das pessoas cujos blogs acompanho (ou acompanhava) fazem parte dos meus amigos no Facebook, o que me faz questionar se o Facebook é em parte responsável pela morte daqueles blogs.

O primeiro ano pós-imigração costuma ser o mais intenso, já que tudo é novidade e a gente tem que correr atrás de um milhão de coisas, incluindo moradia e emprego.
No segundo ano, as pessoas já estão familizarizadas com muita coisa, já fizeram amizades, já têm seu supermercado, restaurante, ou canal de TV favorito. As novidades diminuem e os posts nos blogs começam a aparecer em intervalos maiores.

O terceiro ano é uma fase de assentamento em alguns aspectos, muitos já compraram sua casa própria, mas por outro lado estão lutando pela manutenção ou obtenção de um emprego melhor. Alguns meses acabam passando em branco até que um post apareça nos blogs.

No quarto ano, que é o meu caso, a rotina já faz mais que parte do dia-a-dia e as pequenas coisas deixam de ser novidade. Conseguir assunto para escrever no blog transforma-se em uma tarefa hercúlea, portanto, sem novidades, sem posts.

A ausência de posts se deve, em parte, justamente ao fato de estarmos acostumados às coisas e acharmos que nada é relevante o suficiente para virar um post. No comeco existe post para tudo: a primeira neve, o primeiro passeio de metrô, o primeiro Thanksgiving, etc.

Outro motivo, e é justamente sobre este que quero discutir, é o Facebook. Hoje passo mais tempo lendo o que amigos postam no Facebook do que lendo blogs. Além do mais, ler um post de 3 ou 4 linhas entre uma tarefa e outra é mais fácil e rápido de se fazer em um smartphone do que ler 50 linhas em um blog. Portanto, culpo sim o Facebook (e outras formas de rede social) pelo desaparecimento de posts em blogs.

Bom, essa é a opinião que tenho baseada na minha experiência. Sei de mais pessoas que passam pelo mesmo que eu e acabam dando mais atenção ao Facebook do que ao próprio blog. Mas e você? Você acha que o Facebook, Orkut, Google +, Linked In, e outras redes sociais estão colocando blogs em perigo? Estarão os blogs com seus dias contados?

4 comments:

Daniela said...

Seu post faz todo o sentido, só peço para que se surgir alguma coisa nova, poste aqui no blog tb, pois as pessoas que ainda estão nas fases inicias do processo de imigração (meu caso e do meu marido) precisam de todas as informações necessárias...

Muito obrigado por manter um registro tão rico para nós que estamos começando agora !

Claudia Zwarg said...

faz sentido... mas nao sei... enchi o saco de blog um pouco sabe... mto troll por ai...

Bea said...

NO meu caso foi exatamente o que a Claudia falou. Troll. E Cyber-bullying. Enchi o saco da exposição que os outros fazem de vc, na maioria das vezes muito errada (e põe errada nisso no nosso caso).
Eu me fechei como se fosse um caramujo amuado e não pretendo sair daqui nunca mais, nem pra blog, nem pra facebook.

Laila said...

A super exposição de algumas pessoas me fez refletir se eu não estava fazendo o mesmo. Eu preciso contar em público que ando fazendo?
Fiz meu blog pra manter contato com minha família e amigos, e quem visita com frequência são pessoas que nunca vi pessoalmente.
Os trolls e os sem-noção também me deixaram sem vontade de escrever.
Tenho tanto assunto, acontece muita coisa legal por aqui, mas quando me lembro das pessoas que andam lendo meu blog perco a vontade de escrever.