Friday, February 11, 2011

A maior mentira sobre Toronto

Quando começamos a pesquisar sobre Toronto antes de imigrar escutamos muitas coisas de várias pessoas. Ao chegar aqui pudemos constatar que muita coisa era verdade, mas muitas outras não eram exatamente como nos haviam falado.

Como tenho cachorro, fui atrás de informação sobre ração, pet shop, hotelzinho, e o principal: moradia. Por toda parte li e escutei que havia locais onde não permitiam cachorros, mas que a maioria dos edifícios permita, então vim tranquila. Ao chegar em Toronto, que decepção. A maioria dos prédios tem uma política contra pets ou só permitem um único pet por apartamento.

Com muita dificuldade conseguimos alugar um apartamento que não fazia restrições. Vivemos felizes lá por um ano até comprarmos um apartamento em outro edifício. Antes da compra perguntei a três porteiros diferentres sobre a política para pets naquele local. Todos foram categóricos e me garantiram que meus dois cachorrinhos seriam muito bem-vindos.

Fizemos a mudança e preenchemos vários formulários, inclusive um no qual dizíamos quantos pets tínhamos, idade, se eram castrados, etc. Tudo ia bem, até que um mês depois da nossa mudança recebemos a primeira reclamação e fomos alertados de que só poderíamos manter um dos dois cachorros conosco. Muita água rolou debaixo da ponte e continua rolando, mas nós também continuamos no mesmo local com os dois cachorros.

Em seguida, fiz uma pesquisa na minha vizinhança e constatei que a maioria dos prédios tem restrições quanto a pets em apartamentos. Do ano passado para cá a situação tem piorado, e a tendência é a proibição total de qualquer pet em apartamentos.

Em vista disso, costumo dizer que a maior mentira que ouvi sobre Toronto é que é a cidade mais pet-friendly do Canadá. Apesar de ser permitido andar com cachorro em transporte público em determinados horários, é muito difícil conseguir alugar ou comprar um imóvel em edifícios. Portanto, se você não abre mão de ter um amiguinho peludo, procure uma casa, de preferência detached para evitar reclamação de vizinhos, pois se o latido do seu cachoro incomodar, eles não têm o mínimo pudor de chamar a polícia.

Por outro lado, é sua obrigação garantir que seu cachorro não incomode a paz alheia, e isso vale tanto para o Brasil quanto para o Canadá. Apesar de ter dois cachorros, eu detesto quando eles começam a latir muito sem motivo. Acredito que o mesmo vale para quem tem crianças, embora eu acredite que fazer uma criança ficar quieta deva ser cem vezes mais difícil do que mandar seu cachorro sossegar e ir pra casinha. No fim, o que importa é que as pessoas respeitem o próximo e coloquem-se no lugar dos outros de vez em quando.

2 comments:

Mari said...

Minha casa tem uma parede em comum com a do vizinho. Ele tem 2 cachorrinhos que latem de vez em quando e eu fico pensando: coitado, imagine o barulho que minhas crianças não fazem na sala dele, rs. Mas ele sempre me garante que as crianças não incomodam e que são música para os seus ouvidos.
Mas é bem isso mesmo... aqui as pessoas chamam a policia pelo menos incomodo e pra quem gosta de pet o melhor mesmo é casa.

Fernanda, Rafael e Lucas said...

Puxa....que pena.....cachorro é tudo de bom !!!!


Add noisa ai


familiabuscapeabaixodezero.blogspot.com